fbpx

Brasil enfrenta pior seca em 91 anos: descubra o que fazer para não diminuir o impacto sobre seu cultivo

1 outubro 2021 Posted by: Trivela Notícias

Falta de chuva e uma seca muito grande. O Brasil vive a pior situação em 91 anos quanto ao estresse hídrico. Não precisa ter um profundo conhecimento em agronomia para saber o impacto que uma situação dessa tem no desenvolvimento da plantação.

O cultivo é seriamente afetado, pois não há a quantidade de água necessária para o crescimento dos grãos e das mudas. Água em excesso atrapalha, mas a falta dela é ainda pior, pois inibe qualquer possibilidade de a cultura prosperar.

Acima de tudo, a falta de chuva aliada ao estresse hídrico tem afetado duramente as plantações espalhadas pelo país. Desse modo, o impacto é imediato nos cultivos, podendo levar a um aumento de preços e à falta de alguns alimentos no mercado.

Quando isso acontece, o produtor é bastante afetado, bem como a população, que enfrenta dificuldades para levar o alimento à mesa. Portanto, separamos algumas dicas de como você pode fazer para amenizar os efeitos na sua plantação.

O que fazer para diminuir o impacto da seca

Existem algumas alternativas para quem quer diminuir os impactos da seca. Sempre vai ter um tipo de influência, pois é impossível reduzir 100% dos efeitos. Entretanto, dá para ter atitudes que levam a não perder tanto a produtividade.

Sementes híbridas e adaptáveis – A Di Solo possui sementes híbridas geradas a partir do cruzamento de plantas puras. Essas são mais resistentes que outras. Além disso, prefira aqueles tipos de cultivares mais adaptadas que outras a variados tipos de clima. Isso ajuda então a reduzir o impacto do estresse hídrico.

Armazenamento de água – É sempre importante ter uma alternativa de onde recorrer para casos extremos de falta de água como esse. Pode ser um reservatório grande, uma espécie de cisterna, caixas d’água, poços, barragens subterrâneas. Tudo serve como meio de ter um local em que dá para irrigar a plantação.

Irrigação de precisão – Entretanto, de nada vai adiantar você armazenar água se não souber como usá-la. Se houver desperdício, uma hora ela vai acabar. Portanto, utilize de maneira consciente. Uma boa estratégia é a irrigação de precisão, que promove uma irrigação mais eficaz, fornecendo água na medida certa, e suprindo as necessidades fisiológicas que a planta possui para poder se desenvolver.

Rotação de culturas – A alternância de diferentes tipos de plantio e diferentes tipos de planta em uma época específica. São diferentes culturas em um mesmo espaço, mas que se aproveitam das vantagens do novo terreno, principalmente os nutrientes já deixados ali anteriormente por outro tipo.

Nova distribuição de áreas – Uma medida mais extrema é fazer uma redistribuição de áreas. O que isso significa? Reduzir o local de plantação para que seja possível irrigar de maneira correta, garantindo a produtividade daquele cultivo restante. Em casos assim, o uso deve ser consciente e planejado.

Atitudes como as citadas anteriormente ajudam a minimizar os efeitos que a falta de chuva causa nas plantações. Entretanto, infelizmente, isso se dá apenas de modo temporário. O ideal é que volte a acontecer chuvas em um nível equilibrado para o desenvolvimento pleno das cultivares.

Open chat